Ir para conteúdo

Barrancos Capital do Presunto DOP


O território do Município de Barrancos localizado no prolongamento da Serra Morena, que começa sensivelmente em Córdoba, Espanha, e se prolonga pela Andaluzia até Barrancos, e que está classificada como Reserva Ecológica e Rede Natura, usufrui de um microclima mediterrânico ideal para a cura lenta e natural de presuntos e enchidos tradicionais, sem recurso a fumeiro. Foram as condições impar desta região que levaram ao reconhecimento da única Denominação de Origem Protegida (DOP) para presuntos em Portugal.
É com matéria-prima, do Porco de Raça Alentejana, com este habitat natural, o Montado Alentejano, com esta alimentação à base de bolota, neste microclima próprio e natural e com esta cura que, julgamos, estão lançados os dados para a industrialização.
A Câmara Municipal de Barrancos (CMB) em parceria com a Universidade de Évora (UE), através do seu Departamento de Zootecnia, iniciaram em Novembro de 1989, com o apoio e colaboração da Comissão de Coordenação da Região Alentejo (CCRA), ações preliminares destinadas à realização de estudos de âmbito técnico-científico no domínio das produções tradicionais com base no porco alentejano, tendo como metas o seu ressurgimento e necessária valorização, integração e aproveitamento dos principais recursos naturais.
Do resultado das experiências desenvolvidas na Herdade da Mitra em Évora, relativas à produção do porco alentejano, foram integrados trabalhos de pesquisa de âmbito tecnológico, em colaboração com produtores e industriais "artesanais" de Barrancos, para o acompanhamento dos processos e técnicas artesanais de fabrico.
Tornou-se então assim desta forma possível no decurso dos anos 1990/91 desenvolver um projeto de trabalhos necessários ao diagnóstico da situação real e das principais limitações para o incremento deste importante e vital subsector no desenvolvimento socioeconómico do município de Barrancos.
Foi com base nestes estudos que o governo, através da Portaria n.º 413/93, de 24 de Abril, criou a “região demarcada do presunto de Barrancos”, antecessora da atual DOP – Presunto de Barrancos, estabelecida pelo Despacho n.º 23/95 do Secretário de Estado dos Mercados Agrícolas e Qualidade Alimentar.

Parque de Feiras e Exposições, foi construído com o intuito de dinamizar a economia local, considerando-se ainda um equipamento polivalente capaz de acolher inúmeros eventos. Desta forma, no ano de 2007 criou-se a ExpoBarrancos - Feira do Presunto e dos Enchidos, contando reunir empresas do sector agroalimentar da região e de outros pontos de Portugal e Espanha. O evento está fundamentalmente orientado para a dinamização da comercialização e para impulsionar a diversificação de mercados e o potencial de exportação da produção dos produtos da região.

Anterior
1
...